by

Melhor cidade do mundo para morar

Todos os anos em Agosto/Setembro a revista Economist Intelligence Unit distribui o relatorio "World’s Most Liveable City”, as melhores cidades do mundo para morar. Em 2012, 140 cidades foram “entrevistadas” e mais uma vez Canada e Australia dominaram as 10 primeiras posicoes. Na verdade somente Viena conseguiu entrar na lista fora desses dois paises.
O preco do relatorio: quase $6000, obviamente nao vou pagar para escrever um post, mas consigo saber quais sao os macro-criterios para a eleicao:
  • Cidades de tamanho medio (entre 1-3 milhoes)
  • Cidades com baixa densidade populacional
  • Cidades localizadas em paises economicamente ricos.
A explicacao para somente incluir paises ricos e’ que significa que eles podem oferecer excelentes atividades familiares, de graca ou a baixo preco, sem afetar indices de criminalidade ou carga na insfraestrtura. Ou seja, dificilmente um pais da America Latina vai figurar bem nesse ranking. A nao ser que venhamos realmente a virar uma nacao economicamente rica. A cidade da America Latina mais bem colocada e’ Santiago, Chile (#63)
O Meu Ponto de Vista
NYC, Paris e Londres NAO estao na lista dos melhores lugares do mundo para viver…ou melhor, estao…mas la no meio/final da lista. Pergunte para qualquer pessoa que more em Sydney, Toronto etc e voce vai escutar que todos eles facilmente deixariam suas cidades para viver em NYC, Paris, Berlin etc.  Essas sao cidades verdadeiramente globais, com um universo de eventos todas as semanas e para todo tipo de publico. Entretanto estao rankeadas como “not-so-good to live”.
Pergunte ao The Economist porque e vao te dizer que elas tem indices de criminalidade mais alto, infraestrutura mais carregada etc.
Mas quem visita/mora nessas cidades nota que:
  • Sim, tem criminalidade mais alta, mas mesmo assim ainda e’ extremamente baixo comparado com o resto do planeta. (afinal de contas, estao comparando criminalidade com Vienna..).
  • Sim, tem metros e onibus mais lotados; mas mesmo assim ainda sao muito melhores do que a grande maioria do mundo. Os services funcionam, na hora, e 24 horas por dia.

Essas cidades de baixo ranking, sao extremamente desejadas no mundo todo (mas nao de acordo com a revista Economist) e pelo menos eu moraria facilmente nelas mesmo com esses “problemas”. Outro fator e’ que eu por exemplo nao conheco ninguem que tenha migrado para paises como o Canada e tenha ficado la por mais de 5 anos. ( a nao ser que tenha casado com Canadense, migrado com familia extendida etc )
Porque o Ranking Nao Reflete isso?
Obviamente tem algo faltando nessa equacao. Essa lista rankeia as cidades mas aparentemente nao leva em consideracao o nivel de felicidade social em viver perto de centros onde “acontecem” coisas.
Este e’ um post em construcao. Vou refletir um pouco mais nesse topico e atualizarei aqui acordo com que as ideias me ocorrem.
Talvez o indice nao serve para capturar a qualidade de vida urbana para alguem que e’ realmante morador da cidade e sim do visitante ocasional ou temporario. Eu sempre falei que nao dou muita confianca para quem visita lugares a passeio e fala “tal lugar e’ assim, assim e assim. Adorei”… convenhamos, de passeio, quase todo lugar e’  otimo.
Ja quem mora no lugar, tem uma perspectiva diferente do que e’ um lugar agradavel. Variam de qualidade de ensino para os filhos, possibilidade de ir para lugares pedalando ao inves de dirigir, custo de aluguel…  esses sao fatores que nao importam muito para quem apenas visita uma cidade mas muitas vezes importantissimos para quem mora. O que me leva a crer por exemplo que o calculo do The Economist nao leva em consideracao alugueis ou educacao publica de qualidade.
 
Sendo assim, nao ‘e a toa que Canadas e Australia dominam o ranking. Sao lugares excelentes para visitar, especialmente durante primavera e verao. 
 
Uma sugestao seria incluir um indicador de “diversidade cultural” do lugar. Provavelmente esse ranking so conta densidade populacional.
Vi reportagem na TV que fala haver um indicador cultural mas e’ apenas a combinacao de outros indicadores indiretos como : clima, nivel de satisfacao com politicos locais, censura, liberdade religiosa etc e coletivamente esses 9 indicadores sao 20% dos pontos da cidade. Isso nao me parece um calculo correto. Novamente, muita enfase dada para a melhor cidade do mundo para turista.
 
Na mesma reportagem, mostrando as criticas com esse indice, um arquiteto Italiano sugeriu um indicador de ajuste espacial. Esse indicador classificaria coisas como: quantidade de espaco verde, atracoes naturais, interconnectividade e nivel de isolamento. Esse indicador de nivel de isolamento de uma cidade e’ otimo porque da a medida certa sobre decidir morar ou nao. De que vale a pena morar num lugar com otimas faculdades se nao existe nada perto de la? .
De acordo com esse novo calculo, Canada e Australia cairiam para fora (somente Sydney e Toronto ficariam) dos top 10; e cidades como Amsterdam, Paris, Berlim, Tokyo e Munique apareceriam. Essa sim representa algo mais perto do mundo real em que vivemos (e nao desses economistas…)
  
Ricos vs Pobres
  • A melhor cidade do mundo para morar em 2012: Melbourne
  • A pior cidade do mundo para morar em 2012: Dhaka
Pegando-se as top 50 e comparando com as bottom 50 o que ha de comum? cidades de paises ricos vc cidades de paises pobres. Indo mais alem, sao cidades de modo de vida Ocidental vs. vida Oriental. (Nota: Engana-se que Beijing e Tokyo sejam modo de vida Oriental, esses lugares ja sao ha anos culturas quase que Ocidentais). Compara-se vida confortavel, seguranca e acesso a bons servicos. Na verdade, as diferencas entre as top 50 sao tao pequenas q e’ ate injusto dizer q Melbourne e’ o melhor lugar para morar, de tao parecidas que essas cidades sao as vezes.
Modelando a Percepcao Humana
Uma maxima entre consultores e’ que “Percepcao e’ realidade”. E nao e’ a percepcao no sentido de aparentar uma coisa e ser outra; e sim no sentido de projetar, conscientemente, uma imagem daquilo que se almeja com as atitudes, e “assets” que representam a imagem nessa linguagem.
E concedo que isso e’ algo muito dificil de modelar. Gente que mora no bairro X almeja morar no bairro Y da mesma cidade, por exemplo, porque o bairro Y projeta a percepcao de melhor vida la, mesmo ambos sendo parte de uma cidade classificada como nao-tao-boa-de-morar.
Quando vemos na TV cidades que o mundo quer morar, nao vemos imagens com carros circulando, e sim gente em parques, pedalando, tomando cafe em bares na calcada… Cidades como Paris projetam claramente esse sucesso porque tem uma “vida de rua” extremamente variada.  NYC tambem, mas veja so… a cara de New York sao os taxis amarelos e gente andando na rua (o que me faz pensar que New York e’ quase um caso a parte, a capital do mundo…pensamento a elaborar).
Um morador de Vancouver me disse que entende a boa colocacao da cidade no ranking e concorda com uma resalva: “Se voce tiver dinheiro para morar em Vancouver… “. As familias trabalhadoras nao moram em Vancouver e sim em suburbios ao redor da cidade.  Novamente, o ranking refletindo o ponto de vista do turista, ao inves do genuino morador.
O Melhor Lugar do Mundo para morar e’ ….
Aquele que voce se sente bem e e’ bem recebido e da pra viver em paz. Para minha mae e’ Fortaleza, pra minha sogra e’ Canoa Quebrada, pro meu vizinho e’ Phnom Phen.
Ja fazem mais de 15 anos que sai do Brasil. Quando eu era mais novo, obviamente era mais atrevido e falava facilmente que qualquer lugar no primeiro mundo era melhor que o Brasil. O tempo vem implacavel e nos faz engulir as proprias palavras. E a gente repete para os mais jovens emigrantes que saem do Brasil e vao para o exterior…mas geralmente eles nao ligam a minima. E’ natural, eu tambem fui assim Smile faz parte do apredizado.
Uma pergunta que escuto bastante e': "Edge, tu acha q serei mais feliz na Australia do que seria se vivesse no Brasil?" antes eu responderia com Sim ou Nao, hoje nao sei essa resposta entao eu conto essa historia do noviço que perguntou ao Abade:
- "O que eu devo fazer para agradar a Deus?"
- Jovem...Abraao aceitava os estranhos, e Deus ficou contente. Elias detestava estranhos, e Deus ficou contente. o Rei David tinha orgulho do que fazia, e Deus ficou contente. O publicano diante do altar tinha imensa vergonha do que fazia, e Deus ficou contente. João Batista foi para o deserto, e Deus ficou contente. Jonas foi para a maior metropolo, Ninive, e Deus ficou contente.
Ignore os economistas. Caminhe a estrada de seus sonhos, e amanha nao, mas no futuro se todos seguirem seus sonhos, o mundo fica melhor.

Cheers,

By